quarta-feira, outubro 17, 2007

Tiago Bettencourt, Canção Simples

Gostei desta comparação, deste elogio: fazes muito mais que o sol. Também sinto que há coisas que tocam sem estarem por perto, que nos fazem bem estando longe. Há coisas que nos aquecem por dentro como o sol o faz por fora.

CANÇÃO SIMPLES

(...)
Tens os raios fortes a queimar
Todo o gelo frio que construí.
Entras no meu sangue devagar
E eu a transbordar dentro de ti.

Tens os raios brancos como um rio,
Sou quem sai do escuro para te ver,
Tens os raios puros no luar,
Sou quem grita fundo para te ter.

Fazes muito mais que o sol.
Fazes muito mais que o sol.
Fazes muito mais que o sol.
Fazes muito mais...

Quero ver as cores que tu vês
Para saber a dança que tu és.
Quero ser do vento que te faz.
Quero ser do espaço onde estás.

Deixa ser tão leve a tua mão,
Para ser tão simples a canção.
Deixa ser das flores o respirar
Para ser mais fácil te encontrar.
(...)

Um comentário:

pucca disse...

és tanto meu amor!

tu akeces m mais por dentro do k o sol m akece por fora :D
es tao especila,tao pura,tao invulgar,tao tu...

provavelment sei em kem estavas a pensar quando escreves t isto,mas nao penses mais,sabes que mereces mais...