segunda-feira, dezembro 10, 2007

6 graus

Só ontem me apercebi do significado do nome desta série. Existe uma teoria intitulada de teoria dos seis graus de distância que defende que são necessárias apenas seis ligações para que quaisquer duas pessoas no mundo estejam ligadas de alguma forma. Aquela história do primo do amigo da irmã do conhecido do meu colega. Acho engraçado isto das coincidências, dos destinos interligados, das pessoas fazerem parte da vida uma das outras de alguma maneira. Sem se aperceberem, sem sequer tendo a intenção de o fazer, jogam com as circunstâncias e logo com as suas escolhas e decisões. Saber que se calhar a nossa vida está a ser influenciada por um chinês qualquer que vive na outra ponta do mundo. Estranho, hã? Eu até lhe acho uma certa piada... tudo porque não sei quem é o raio do chinoca que anda a "controlar" a minha vida. Senão aí sim, o caso mudava de figura.

Um comentário:

Galinha com amêndoas disse...

Olá, eu sou o chinoca que contlola a tua vida.

Quelo que saibas que:
- tens que estudale muito pala viles a sel uma glande jolnalista;
- tens que obedecele aos teus pais, ilmãos e, plincipalmente, ao teu cunhado pala viles a sele uma glande mulele;
- tens que tlatale dos teus soblinhos pala galantiles o futulo.

Ablaço