sábado, fevereiro 24, 2007

Aprender a errar

Aprender a mudar. Não tudo, não radicalmente... Melhor do que mudar, aprender a moldar quem somos conforme as situações. Não, não chamo a isto falta de carácter, penso que é uma boa capacidade de adaptação. Se formos demasiado intransigentes e rígidos relativamente aos nossos pensamentos, objectivos, nunca seremos capazes de enfrentar situações que venham a contradizer de algum modo a maneira como vemos o mundo. Neste nosso mundo, cheio de coisas fantásticas que contrastam com acontecimentos e factos horripilantes, temos de nos tornar, nós mesmos, numa espécie de contradição. Temos de estar constantemente dispostos a aprender, a assimilar. São as situações, os acontecimentos, as pessoas com as quais chocamos no decorrer da nossa vida que fazem de nós quem somos ou que antes nos fazem ser quem queremos ser. Ou somos suficientemente tolerantes para nos deixarmos influenciar pelas situações, retirando sempre uma espécie de "lição" que nos torna mais fortes, mais maduros, ou então escondemo-nos, receamos as novas experiências e permanecemos sempre iguais no sentido em que não nos apercebemos dos nossos erros porque na verdade temos medo de os cometer. E quando não ser erra, não se aprende.

2 comentários:

Suzy disse...

Obrigada por ters "chocado" na minha vida...!
Todos os dias é uma barreira ultrapassada por nos...juntas,sempre juntas =D

Temos tanto para errar ainda Manecas =P

*Beijaça*

Tânia disse...

Como alguem uma vez disse:"(...)Se nao conseguires agora, podes sempre tentar outra vez..." Eu quero errar com voces!!!=D Minhas patites voces foram uma das melhores coisas que ja me aconteceram na vida!E sei k n estou a errada quando o digo...
* * *Beijuca* * *Titeeeee * * * =)